quarta-feira, 10 de julho de 2013

"Que feio!"




Tem uma situação que vejo com frequência e que acho uma tremenda falta de educação: mania de certas pessoas, principalmente mulheres (senão exclusivamente) de criticar a roupa dos outros e, principalmente, fazer careta ou dizer "que feio", ou os dois. Tem gente que acha que é bonito ser sincera demais. Mas vou dizer que não, pelo contrário, é muito feio. Eu fico realmente com antipatia de mulheres que chegam na loja com "panca" de que é a dona da opinião certa e quando a vendedora, eu mesma, mostra uma roupa enruga a cara toda; vou dizer uma coisa pra essas pessoas: "QUE FEIO!" pra você!

Na maioria das vezes, vou ser bem sincera, é a pessoa que não tem estilo nem corpo, ou os dois, que comportem a roupa. Então, gente, mais que etiqueta, mas respeito. Você não precisa dizer que achou bonito, aí seria falsidade. Entretanto, não menospreze algo que alguém, com certeza, curtiu, afinal a roupa passou por vários processos para chegar até ali. Além de ser falta de educação, faz você feia, se fizer careta, então, credo!

Acho uma das coisas legais no nosso Brasil é o mix de culturas, a miscigenação das belezas de cada um, por isso, por aqui se acha muitos estilos, todavia se acha muito preconceito. É perfeitamente normal existirem gostos diferentes. Mas, como verdadeiras ladies, damas, nada de grosseria com a amiga, mãe, irmã, vendedora. É simples: "Hmn, acho que não combina comigo"; "essa estampa não é muito a minha cara"; "não é meu estilo"; "não gostei muito"; "não tenho coragem de usar", "se eu fosse você escolheria outro tom".

Além do mais, a gente tem que lembrar que somos voláteis e podemos mudar de idéia. Assim, evita de pagar língua. Isso já aconteceu comigo. Falava que achava crocs horrível, aí um dia fui ao shopping com minha irmã e na hora de arrumar experimentei a crocs dela, ficou tão confortável e super combinou com meu look casual. E adivinha? Encontrei a pessoa para quem eu havia dito que crocs era feio. Continuo achando feio, mas tem hora que nada melhor, principalmente nesse frio com meia - estou querendo uma!

E o mesmo pode acontecer com várias coisas que viram modinhas e tem gente que diz que não gosta. Mas quando começa a ver com frequência looks super estilosos dá vontade de usar. Tipo os sneakers, a tendência animal print que muita gente ainda resiste, as caveirinhas, etc. Mas é claro que temos direito de não gostar de certas coisas. Porém, vamos moderar a forma de expressar. E até amadurecer nossos olhos para saber aceitar e contemplar outros estilos. Eu mesma já disse que não gosto de caveira, não acho bunitinho mesmo, mas acho bacana quem sabe usar. Ás vezes, uma roupa no cabide parece estranha, mas quando veste fica top! Analise antes de formar uma opinião.

Enfim, vamos aprender a olhar as coisas com olhos diferentes. Sem criticar a primeira vista. Tem várias pessoas que tem estilos que eu admiro, mas não usaria porque não combina comigo. Entretanto, parece que tem gente que se sente melhor rebaixando os outros. Por favor, não precisamos disso. Vamos ser sensíveis sem falsidade. Também não vai dizer pra amiga que ficou lindo se realmente não está. Mas aprenda a olhar com outros olhos, fora da sua própria visão limitada. E viva todos os estilos!

Um comentário:

  1. Adorei esse post.
    Faço de suas, as minhas palavras. O que falta é respeito!
    Também já mudei a minha opinião sobre alguma peças 500 vezes, só porque vi alguém vestindo e ficando lindo! :)

    ResponderExcluir

Meninas, o que acharam?!
Thank you!
xoxo
Dressa