quinta-feira, 15 de maio de 2014

Terapia de Compras



Comprar uma roupa nova é quase uma terapia, não é verdade? Nos sentimos tão bem quanto compramos nem que seja um esmalte novo baratinho na farmácia. Isso porque renovamos nossa auto-estima. Porém, temos que tomar cuidado para não confundir isso com consumismo.

Comprar desenfreadamente - como se define o consumismo - pode significar justamente o contrário de auto-estima. A pessoa que compra demais muitas vezes compra coisas que nem gosta e logo que chega em casa não quer mais. Aquelas coisas não fazem sentido. Isso porque nem ela sabe o que quer. Ela está perdida em si mesma. Não conhece a si mesma. Na maioria das vezes a pessoa está, por exemplo, tentando preencher algum outro vazio em outra área da vida. Assim não dá certo. Tudo que é desequilibrado não é saudável, né?

Bom mesmo é você cuidar de si mesma para si mesma. Tem horas que é necessário se desprender do externo, da mídia ou das amigas, e pensar: "quero isso porque gosto ou porque estão dizendo que é legal?". Não tem problema você achar legal comprar alguma coisa que todo mundo acha legal, mas só compre se você acha legal mesmo. Também é normal você comprar algo e depois não gostar mais, estamos sempre mudando de ideia, e isso é bom - se é pra melhor. Mas se isso acontece sempre e você já não vê sentido nas coisas que você investe seu dinheiro e tempo, algo está errado e você precisa começar a olhar mais pra dentro de você.

Também é importante se preocupar com a sua imagem. Não apenas como você se vê, mas como te vêem e como quer ser visto. Pensar e repensar nisso sempre! Isso tem tudo a ver com sua aparência. Afinal, sua aparência é o seu cartão de visita. Ela fala mais sobre você do que você mesmo poderia falar. Antes de você abrir a boca, já te analisaram pela aparência. E isso é um processo natural do processo de comunicação visual. Pratique olhar-se no espelho. Encarar-se mesmo, sabe?! Analise-se tanto em aparência quanto comportamento. E renove-se sempre. Auto-conhecimento é importante quando se fala de felicidade.

x o,
Andressa Pereira

Um comentário:

Meninas, o que acharam?!
Thank you!
xoxo
Dressa