domingo, 23 de novembro de 2014

"É tendência??"



É muito comum a gente ouvir essa frase: "Mas tá usando isso?". Eu não culpo quem depende do sim a essa pergunta pra escolher comprar certa roupa. Mas também não gostaria de ser julgada por comprar independente dessa questão.

Eu sempre defendo a liberdade da moda, mas a sociedade parece gostar de se dividir em dois lados: os alienados que usam tudo que tá na moda e os excluídos que só gostam do que não está na moda. Eu prefiro não ser nenhum nem outro. Usar o que eu gosto. O que combina comigo. Afinal, se eu estou usando, tá usando pra mim, então!

No primeiro grupo, os alienados, eles usam qualquer coisa que alguém falar que tá usando. Já os excluídos deixam de usar o que gostam se, de repente, virar moda. Pra que isso, gente? Ter estilo é ser você mesma. Logo, não dá pra mudar de estilo a cada estação.

Já ouvi uma moça dizer que amou certa peça, mas não compraria porque todo mundo está usando. Mas, e daí, sabe? Você faz sua própria mistura. Combina com outros elementos do seu estilo e, pronto, não deixou de ser você e não ficou igual a todo mundo. Assim como, quem compra só porque tá na moda, deveria primeiro pensar: essa sou eu?

Sem contar que há diferença entre moda e tendência. A tendência é o que tende a virar moda. E a moda, ora essa, é a tendência que virou moda. E quem fez virar moda? Nós. Logo não faz muito sentido a gente se submeter a moda se, quem a faz, somos nós. Liberte-se! Se todo mundo começasse a se vestir de si mesmo soltando a criatividade dentro de cada um, viveríamos a era mais interessante da moda!

Claro que, certas modas enjoam muito a ponto de causar traumas e você ficar um bom tempo - ou pra sempre - sem querer ver aquilo, tipo as calças listradas. Mas, há modas que super agregam estilo aos looks, como os kimonos, os coletes de franjas. E algumas outras que acho que nunca deveriam sair de moda, como os confortáveis e estilosos sneakers que eu amo e uso em qualquer estação e as calças flares que valorizam tanto o corpo das mulheres, sejam magras ou gordinhas.

Mas a ideia é essa: deixar-se livre para criar, recriar, misturar, combinar e descombinar. Faça sua própria moda. Usando de inspirações ou não. Coisas da moda ou não. O importante é saber a diferença do adequado x inadequado. E saber quem você é. Quem você quer ser. E ser.

xoxo,
Dressa

 Acompanhe o Blog da Dressa nas redes sociais Facebook - Instagram - Twitter - Youtube 






22 comentários:

  1. Nossa Dressa, que texto maravilhoso, falou TUDO! eu já fui o tipo de pessoa excluída, quando eu era mais nova, amava calça colorida ai o restart apareceu e eu parei de usar, não gostava quando as pessoas começavam a usar o que eu usava, mas com o tempo vi que o importante é sermos nós mesmos e nos vestirmos da maneira que a gente se sente bem, da maneira que nos agrada, independentemente da moda, e hoje em dia sou assim, AMEI o seu texto, se todos penassem assim realmente a moda seria super criativa e diferente sempre, Beijokas :)

    ResponderExcluir
  2. Concordo com você Dressa! Eu adoro uma tendência nova, mas eu gosto muito mais é de usar o que eu quiser! kkk E sempre tem alguém que vem perguntar se o que eu to usando ~tá na moda~
    Beijoo
    www.vitaminatrendy.com

    ResponderExcluir
  3. Penso exatamente como você, Dressa! Acho que devemos nos vestir conforme nos sintamos bem, se está usando demais ou se não está usando tanto. Amei o texto

    www.fashionworldbykaren.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Andressa! Amei o texto!
    Sou super a favor de criarmos nossa própria moda, nosso estilo, identidade...
    O bacana é quando usamos elementos das novas tendências e adaptamos ao nosso estilo.
    Beijinhos

    www.bwanaluana.com

    ResponderExcluir
  5. Adorei o texto, Andressa.
    Vamos nos libertar!
    Beijos

    www.oolhaisso.com

    ResponderExcluir
  6. adorei o texto, é mt legal aproveitar algumas tendencias para criar nosso proprio estilo e nao sermos escravos disso seguindo cegamente né

    www.tofucolorido.blogspot.com
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  7. Menina que post maravilhoso hein, você disse toda verdade e mais um pouco, arrasou !

    ResponderExcluir
  8. Adorei o post Dressa! Existe bem esta divisão mesmo, eu também tento vestir com o que me sinto bem. Quando vejo alguma tendência, experimento e vejo se gostei e se ficou bom, se não ficou, não vou comprar só pq todo mundo ta usando.
    Temos que usar o que nos faz bem não é!?!
    Beijos!

    http://blogdaandy.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi Dressa eu não sigo moda uso geralmente o que me agrada!!!
    Beijos ♥
    http://detudoumpoucosil.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Liberte-se !!! Esse Esse deve ser o lema tanto na moda quanto na vida. Adorei o texto.
    Bjs!
    Teddy

    ResponderExcluir
  11. Adorei o texto.. concordo plenamente. Tem tanta coisa legal mas q nao combina com a gente, ou q nem eh tao legal assim e eh moda.. hehe.. achei seu texto super inspirado. Seria mais interessante se cada um soltasse sua criatividade msm! Bjs

    www.sisterlylove.com.br

    ResponderExcluir
  12. Definitivamente tendência e estilo são coisas extremamente diferentes!
    E não tá errado ser tendencioso, desde que a peça combine com você, né!?
    Ameiii o texto

    beijocas

    rendasepaetes.com

    ResponderExcluir
  13. Oie, tudo bem? Ótimo post Dressa, falou tudo e esclareceu muito também! Eu uso o que eu gosto, se todo mundo tá usando ou ninguém tá usando, não ligo! haha
    Beijinhos

    www.izabellagrimaldi.com

    ResponderExcluir
  14. Concordo com você, Dressa! Devemos usar o que gostamos e que nos faz sentir bem.

    Beijos.

    Jéssica
    Fashion Jacket - www.fashionjacket.com.br

    ResponderExcluir
  15. Amei o texto, suuuper concordo com voc~e!
    Beijoo l www.meniinademoda.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. eu vejo a moda como forma de expressão, sabe? Por isso não consigo entender a frase "isso está na moda", porque moda, pra mim, é mais uma forma de se mostrar pro mundo, é algo extremamente pessoal e intransferível. E é exatamente isso que você disse, cada um tem seu jeito, seu estilo e todo mundo deveria ser feliz assim.
    Um beijo,
    Isabella
    The Urban Trends

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Resumiu bem o que eu disse: se é uma forma de expressão única, por que se preocupar com o que tá usando ou não?

      Excluir
  17. Eu visto o que gosto independentemente do que está na moda!

    ResponderExcluir
  18. Concordo plenamente! Cada um tem que ter seu próprio estilo e se vestir com aquilo que lhe faz se sentir bem.

    thoughts-little-princess.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Faço das suas as minhas palavras, concordo plenamente! Eu por exemplo sou uma pessoa que não sigo moda, compro o que gosto e me deixa confortável! Adorei o post.


    bjs

    www.tpmbasica.com.br

    ResponderExcluir

Meninas, o que acharam?!
Thank you!
xoxo
Dressa